follow us:

Para Charllinhos, o trabalho de produção musical é bastante complexo, pois requer muita responsabilidade do produtor, desde a concepção do repertório até a finalização do trabalho. Passa pela seleção das canções, dos músicos que irão gravar, do estúdio onde será feita a gravação, dos tons, dos arranjos, dos andamentos, da parte percussiva, da parte rítmica, a mixagem, a masterização e a própria finalização do disco. Um CD de 14 faixas, por exemplo, leva aproximadamente 120 horas de gravação em estúdio. Suas principais influências como produtor são Jorge Cardoso e Bira Hawai.

Os grupos produzidos por Charlles André entre 1998 e 2000 foram; Swing & Simpatia, Riacho, Beijo na Boca, e um dos discos d’Os Morenos, este em parceria com Waguinho. Após a produção do CD d’Os Morenos, Charlles produziu sozinho os grupos; Sorriso Maroto, Segredo Sensual, Kenmedera, Bom Gosto, Sem Saída, Koisa Rara, Mestiço, Swimg Moreno, Ellus do Samba, Estrela e Sedução, Lucidez, Art Samba, Mania de Sedução, Sempre Moleque, Acalanto, Só Menor, Estação 5, Puro Prazer e Wander Pires.

Em 2004, produziu os grupos Nova Opção, Inovasamba e Nossa Sedução. Em 2016, produziu o CD "Versatilidade", do cantor e compositor, Celso Lopes, amigo e parceiro de samba enredo na GRES Portela. O CD, totalmente autoral, é de samba com letras inteligentes e está disponível nas principais plataformas digitais.

//www.charllesandre.com.br/wp-content/uploads/2020/06/grupos-produzidos-por-charllesandre.png
https://www.charllesandre.com.br/wp-content/uploads/2020/07/capa-celso-lopes-versatilidade-300x300.jpg